Amamos lembrancinha de casamento

19.03.2015

 

 

Pode até parecer besteira mas se tem uma coisa que faz falta em casamento é uma 

 

lembrancinha. Imagina sair de um casório com as mãos vazias? As fofoqueiras de plantão vão 

 

falar horrores no dia seguinte! 

 

Mas brincadeiras à parte, seja um casório com o orçamento apertado ou um enlace de luxo, as 

 

lembrancinhas são sempre muito bem vindas e é item quase obrigatório no grande dia. E acho 

 

que a hora de escolher as lembranças é sempre bem divertido. Hoje em dia são tantas opções 

 

criativas e bacanas de presentinhos que as noivas que ficam na dúvida, acabam escolhendo 

 

não só um, mas vários mimos para os convidados. Mas a massa casamenteira comprova que as 

 

lembranças mais adoradas são as comestíveis e que tem alguma utilidade. 

 

 

 

 

Entre as lembrancinhas comestíveis, além do bem casado, as que fazem mais sucesso são os 

 

brigadeiros de colher, cupcakes no pote, mini bolinhos, amêndoas em saquinhos, caixas de 

 

chocolates, geleias em potinhos, azeite, cachaças e mini espumantes. No time dos 

 

presentinhos úteis estão as plantinhas em mudas, sachês perfumados, difusor de ambiente ou 

 

home spray, velas aromatizadas e o grande campeão de vendas: os chinelos e seus derivados 

 

como as rasteirinhas e sapatilhas. Basta passar a cerimonialista com a cestinha de chinelos que 

 

a mulherada enlouquece e por mais que você, noiva, pense que já virou clichê distribuir as 

 

sandalinhas, pense nas ‘amigatudo’ querendo se jogar na pista de dança e o salto alto 

 

acabando com os pés? Pois é, elas vão te agradecer.

 

 

 

 

 

Além destas, eu, particularmente sou fã das lembrancinhas sustentáveis. Gosto muito da ideia 

 

de entregar aos convidados saquinhos com sementes para que sejam plantadas. A de Amor 

 

Perfeito é bem indicada para a ocasião. Também aplaudo as lembranças que fazem um bem ao 

 

próximo. Li sobre um casal que é apaixonado por gatos e em seu casamento, eles fizeram 

 

várias doações para bichinhos de uma instituição, uma doação para cada convidado, que 

 

receberam ao final do casamento, uma cartinha e além de explicar a ação, ao final da carta, 

 

vinha a foto e o nome do bichano que cada convidado havia ajudado. Eu ia chorar litros com 

 

isso!

 

 

 

 

 

Outros mimos fofos e que também se fazem muito úteis, são as lembrancinhas baseadas nas 

 

estações, como leques e sombrinhas para casamentos no verão e pashminas para o inverno. 

 

Também adoro quando os noivos pensam no retorno dos convidados e disponibilizam no carro 

 

deles garrafinhas de água personalizadas e um bilhetinho ou tag fofa agradecendo a presença 

 

e desejando uma boa volta pra casa. Nesta leva também adoro o kit recassa.

 

 

 

 

 

 

 

Eu, que amo assumidamente as lembrancinhas, sou do time das que optam por mais de uma 

 

lembrança. No meu casório os mimos começaram na cerimônia com as convidadas ganhando 

 

leques perfumados e sombrinhas japonesas pois casei no verão e ao ar livre. Durante a festa, 

 

disponibilizamos uma estante com os queridinhos chinelos personalizados. Para os convidados 

 

que deixavam seus recados, deixamos vários corações de feltro pendurados que serviam de 

 

sachê perfumados. Já no fim da festa, além dos bem casados de brownie com doce de leite 

 

(que delícia!), os amigos e familiares levaram vasinhos com suculentas. Mas o grande astro do 

 

nosso grande dia foram os potinhos com geleia de goiaba feitos pelo marido e sogra.

 

 

 

 

 

 

 

 

Aliás, aconselho aos noivos que coloquem a mão na massa também nas lembrancinhas. É 

 

muito mais gratificante e além de dar o toque personalizado, as lembranças se tornam ainda 

 

mais especiais e também podem trazer uma boa economia para o casal. Mas é bom escolher 

 

aquelas que refletem a personalidade e os gostos dos noivos. E claro, se você for se jogar no 

 

DIY ou fazer suas próprias lembrancinhas, atente-se no prazo e tente deixar tudo pronto no 

 

máximo 3 dias antes do casório para que você possa relaxar e curtir os últimos dias antes do 

 

‘Sim’.

 

 

 

 

 

Aqui vão outras dicas importantes. Se você for encomendar suas lembranças, procure uma 

 

empresa bem conceituada no mercado e que lhe assegure do prazo de entrega pois ainda há 

 

muitos malandros que prometem e não entregam. Imagina a decepção de você pagar por um 

 

brinde personalizado lindo que nunca vai chegar? Importante também prestar atenção no 

 

layout de chinelos, rótulos e tags que acompanham os mimos. Sempre revise a arte para se 

 

assegurar que está tudo escrito de maneira correta, principalmente o nome dos noivos e a 

 

data do casamento. No caso dos chinelos, é bom conferir ainda a numeração escolhida. Ah, 

 

uma dica boa aqui pra vocês: peça ao menos 3 numerações diferentes e encomende uma 

 

maior quantidade para os números 37/38, as mais procuradas.

 

Mas atenção, nada de bancar a louca e sair do casamento com 3 chinelos, 5 bem casados, 6 

 

geleias e por aí vai... E não me venha com a desculpa de que vai levar pra mãe, vó, tia, prima e 

 

periquito! Muitas vezes os noivos têm o orçamento apertado e encomendam uma lembrança 

 

para cada convidado e se você levar a mais, o outro coleguinha provavelmente vai ficar sair 

 

sem seu mimo.

 

 

 

 

 

Não importa o tipo de casamento, se ele é econômico ou de luxo, clássico ou moderninho, 

 

vintage ou rústico... a lembrancinha além de agradar, também tem a missão de agradecer e 

 

dizer aos convidados que a presença deles no grande dia de suas vidas foi de grande 

 

importância. É clichê, mas é verdade.

 

Créditos:

 

Imagens 1 a 11 / 17 a 20 - Via Pinterest

Imagens 12 a 16 - Gustavo Marialva

Please reload

Parceiros
Pinterest
Instagram

Apaixonada por decoração, gatos e casamentos, Karine Rodrigues descobriu no mundo bridal uma nova profissão e a felicidade de fazer o que ama.

Quem escreve
Siga-nos nas redes!
Pesquise no blog
  • Instagram Preto Redonda
  • Pinterest Preto Redonda
  • Facebook preto redondo
  • Google+ Preto Redonda

© 2014 por Menta & Pêssego.